Oxandrolona: o que é, para que serve e como usar

O que é Oxandrolana?

A Oxandrolona é um anabolizante esteroide derivado da testosterona, que sob orientação médica, pode ser usado para tratar a hepatite alcoólica, má nutrição calórica proteica moderada, falha no crescimento físico e em pessoas com síndrome de Turner.

Embora este remédio seja comprado na internet para ser usado indevidamente por atletas, a sua utilização só deve ser feita sob indicação médica.

Para que serve

A Oxandrolona é indicada no tratamento da hepatite alcoólica aguda moderada ou grave, má nutrição calórica proteica, síndrome de Turner, falha no crescimento físico e em processos de perda ou diminuição tecidual ou catabólica.

O uso da Oxandrolona para aumentar o desempenho de atletas é prejudicial ao organismo, por isso, só deve ser usado sob orientação médica.

Oxandrolona no ganho de massa muscular

A oxandrolona tem efeito similar ao da testosterona e faz parte do grupo dos chamados esteróides anabolizantes. Esse tipo de medicamento é produzido sinteticamente a partir da mudança de uma ou mais ligações químicas na molécula de testosterona.

Ela oferece esse efeito por atuar diretamente nos receptores dos músculos, estimulando seu desenvolvimento celular, principalmente quando associada à uma dieta hipercalórica e atividade física.

Oxandrolona Emagrece?

Nos últimos tempos, criou-se um mito sobre oxandrolona emagrecer. O remédio, no entanto, não contribui diretamente com a perda de peso, mas sim para o aumento do apetite. Porém, como ele também ajuda a aumentar a intensidade nos treinos, essa equação acaba equilibrada, facilitando a perda de peso. O que a oxandrolona faz é proporcionar uma mudança da composição corporal, auxiliando o ganho de massa magra, que, por sua vez, ajuda a eliminar a gordura.

O emagrecimento pode ocorrer como consequência, uma vez que o paciente que tem indicação do uso terá benefício na força e nos treinos de explosão. Entretanto, como dito anteriormente, esse remédio não deve ser prescrito para essa finalidade.

Como usar

A dose recomendada de oxandrolona em adultos é de 2,5 mg, por via oral, 2 a 4 vezes ao dia, sendo que a dose máxima não deve exceder 20 mg por dia. Em crianças, a dose recomendada é de 0,25 mg/Kg por dia, e para o tratamento da Síndrome de Turner, a dose deve ser de 0,05 a 0,125 mg/Kg, por dia. 

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com oxandrolona incluem aparecimento de características sexuais secundárias masculinas em mulheres, irritação da bexiga, sensibilidade ou dor nas mamas, desenvolvimento das mamas nos homens, priapismo e acne.

Além disso, embora seja mais raro, pode ainda ocorrer disfunção hepática, diminuição dos fatores de coagulação, aumento do cálcio no sangue, leucemia, hipertrofia da próstata, diarreia e alterações do desejo sexual.

Quem não deve usar

A Oxandrolona é contraindicada em pessoas com hipersensibilidade a esta substância e outros componentes presentes na fórmula, em pessoas com câncer de mama disseminado, com altos níveis de cálcio no sangue, problema grave no fígado, inflamação nos rins, câncer de próstata e na gravidez.

O uso da Oxandrolona em caso de comprometimento cardíaco, hepático ou renal, história de doenças coronarianas, diabetes mellitus e hipertrofia prostática só deve ser feito sob orientação médica.